Serpentes Coloridas. É carnaval!

Vestidas de cores vivas, sob a luz do luar nos ventos sul. Confetes, olhar vago e as sombras na escuridão.

 

Os gatos são todos pardos nas luzes foscas que escondem as cores. A noite é uma criança vestida de esperanças e prazeres nos corpos em chamas.

Luar no céu, estrelas brilham, o povo grita, menina dança ciranda na praça colorida. E eu perdido no meio da multidão. Eu vou na fila do cordão. Levado pelas correntes das paixões.

Deixar que a noite vista de escuridão do Amor. Deixar que a noite vista de paixão de calor. Serpentes coloridas enfeitam os corpos brilhantes nas tintas dos desejos do povo que grita vivas na escuridão.

Serpentes Coloridas. É carnaval!
ShortURL: http://jar.io/?p=3904