Regressão às vidas passadas

Regressão às vidas passadas. A primeira coisa quando a pessoa se desperta para espiritualidade é querer saber quem ela foi na vida passada e portanto fazer uma regressão à vidas passadas. Tal como vivemos, numa sociedade consumista capitalista, o mais óbvio para esta pessoa, é buscar as respostas existenciais nas prateleiras de um “fast-food espiritual”, e as respostas são em “caixinhas coloridas” ou “enlatados bem atraentes”.

Regressão às vidas passadas

Para fazer uma regressão à vidas passadas basta procurar por Médiuns, pais-de-santos, psicólogos, psicoterapeutas, terapeutas alternativos, todos tem um pacote bem em conta, sem pesar muito no bolso quem procura comprar um pedaço de espiritualidade mistica esotértica.

Regressão vidas passadas à moda do freguês

Tal como relatado num blog, editei as partes por causa do copyright e privacidade da pessoa, leia a narração: “Resolvi finalmente fazer uma experiência de regressão, uma amiga minha me indicou uma pessoa que “fazia regressões”. A técnica dela era fazer um exercício de relaxamento clássico, e a partir daí ela me fazia imaginar que eu estava passando pelas portas e escadas de uma casa. Num certo momento, ela me pediu para descer determinada escada que eu estava vendo, e eis que me vi na minha 1ª vida da regressão. Ela ia me perguntando sobre o que eu estava vendo, e eu ia falando. Na minha 1ª vida, vejo-me em algo como um grande templo greco-romano. Sinto que sou bem mais baixo do que sou hoje, sou um tipo de sacerdote, o responsável por aquele lugar, um conjunto de templos no meio de uma vegetação (não há uma cidade perto). “Sinto” que meu mundo é só aquele lugar, nunca saio dali… tenho uma vida solitária, mas não me sinto só, sou auto-suficiente, de uma forma quase arrogante…

Regressão vidas passadas respostas espirituais

Este é mais um caso retirado de outro blog, muitas partes foram editadas por causa do copyright e privacidade da pessoa: “_Fulana, então, se viu na figura de uma sacerdotisa inca. Melhor dizendo: uma ajudante do sacerdote, que arrumava as crianças para os sacrifícios ao Deus-Sol. Sua função era lavar os infantes e passar óleo sagrado em seus corpos. Ela não gostava daquele trabalho. O terapeuta indagou o motivo. Fulana explicou que a angústia das mães que entregavam seus filhos ao sacrifício a sensibilizava, todos os primogênitos de cada família deveriam ser mortos em honra ao Deus-Sol. Novamente o terapeuta lhe disse que avançasse no tempo, pouco antes do momento de sua morte.

Agora sentia-se profundamente angustiada. Ainda era jovem e bonita. Desejava ter filhos, porém jamais entregaria um filho para o sacrifício…_”

Regressão vidas passadas Conclusão.

O primeiro passo para conhecer sua vida passada é conhecer a sua vida presente. Você foi exatamente a pessoa que você é, seus vícios, virtudes, inclinações, interesses, manias tudo em mínimos detalhes com algumas varianças de época e cultura, as a essência é a mesma.

Uma pessoa cruel na vida passada, volta cruel. Uma pessoa boa na vida passada volta boa. Uma pessoa esforçada na vida passada nasce esforçada. Mas acima de tudo, do jeito que a pessoa morreu é o que ela é: se ela morreu rica ela na vida atual é rica, se morreu famosa, ou é famosa ou vai ficar, se era pobre, tudo conspirará para continuar sendo…

Deseja compartilhar este artigo? Grato. Whatsapp   Telegram       Blogger   Tumblr